Obra revela erros comuns em currículos e entrevistas de emprego; leia trecho

Publicado: 25/08/2010 em Profissional
Tags:, , , , ,

da Livraria da Folha

Divulgação
"Devo Dizer a Verdade?" dá cem dicas para conseguir emprego

"Devo Dizer a Verdade? E Outras 99 Perguntas Sobre como Se Sair Bem em Entrevistas de Emprego" (Panda Books, 2010), do psicólogo Rob Yeung, é um guia completo para escrever um bom currículo –com todas as informações que devem estar presentes e as que são melhor deixar de fora– e como se portar em entrevistas de trabalho.

Separado por perguntas, o livro traz dicas para impressionar mesmo em situações adversas, quando o candidato é muito novo ou velho para a vaga.

Retire estado civil do currículo e fale baixo nas entrevistas; veja dicas

Há até dicas de linguagem corporal. O autor sugere utilizar as mãos, sem exageros, para se expressar e evitar pender os ombros para frente, com uma postura ereta, além de usar expressões faciais adequadas.

Já falar mentiras não é recomendado e pode gerar demissão no futuro, mas se for realmente preciso é necessário ensaiar bem, ensina Yeung.

Veja trecho "Devo Dizer a Verdade?" .

*

32 – Quais são os maiores erros que os candidatos cometem nos currículos?

Recrutadores também são seres humanos. E, quando se reúnem, gostam de revirar os olhos de rir de algumas gafes e asneiras que os candidatos cometem ao enviar currículos. A seguir, os quatro erros que sempre aparecem.

1. Fazer declarações pomposas. Não tem problema nenhum mencionar que possui habilidades analíticas, de influência ou quaisquer outras que queira mencionar. Mas afaste-se da linguagem floreada. Evite a todo custo descrever-se como "automotivador confiante" ou "um profissional ambicioso com postura otimista e positiva". Não importa o quanto você escreva bem, tais colocações não passam de declarações vazias. Tome cuidado com o número de adjetivos sem sentido inseridos no currículo, principalmente no parágrafo referente ao perfil colocado no início. Candidatos fortes demonstram possuir habilidades como essas não por meio de uso de adjetivos, mas dando exemplos breves de como eles mostraram tais habilidades (ler pergunta 31).

2. Apresentar um currículo com erros de digitação ou gafes semelhantes. Peço desculpas se lhe parecer óbvio, mas já vi muitos currículos, até mesmo de nível gerencial ou de profissionais bem-conceituados, que pecam pela falta de atenção aos detalhes. Use um corretor de texto, mas tome cuidado, pois os programas de texto nem sempre apanham todos os erros gramaticais – por exemplo, usar "cinto" quando na verdade queria dizer "sinto". Uma boa dica é imprimir uma versão, uma vez que a maioria das pessoas consegue visualizar mais erros no papel do que na tela do computador.

3. Deixar de incluir datas de início e desligamento do emprego. Você pode até se sentir tentado a deixar de fora as datas em que trabalhou com a intenção de tentar disfarçar um longo período de desemprego, mas infelizmente a maioria dos empregadores percebe truques como esse. Uma tática melhor para o caso seria escrever um currículo funcional (ler pergunta 25) e colocar as datas no final.

4. Não incluir detalhes sobre o emprego atual. Talvez você não queira revelar o nome da empresa onde trabalha no momento por temer que a informação chegue aos ouvidos do seu chefe. Infelizmente, os selecionadores vão se debater para tentar definir sua experiência se não souberem o nome do empregador atual. Talvez tenha razão em não colocar detalhes na internet (ler pergunta 17); por experiência própria, no entanto, sei que os selecionadores tomam todo o cuidado para proteger a confidencialidade dos candidatos, portanto, neste caso, deixar de incluir o nome da empresa onde trabalha no currículo costuma ser exagero.

*

"Devo Dizer a Verdade?"
Autor: Rob Yeung
Editora: Panda Books
Páginas: 224
Quanto: R$ 28,70 (preço especial, por tempo limitado)
Onde comprar: Pelo telefone 0800-140090 ou pelo site da Livraria da Folha

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s